terça-feira, 1 de dezembro de 2009

MENINO DA RUA DO BAGAÇO

LANÇAMENTO DO "MENINO DA RUA DO BAGAÇO"
DO POETA JOSÉ DE ANCHIETA BATISTA

Local: Livraria do Paim - Rua Rio Grande do Sul, nº 311
Dia: 02/12/2009 (quarta-feira) - 8h30 (manhã)
em Rio Branco-Ac

MENINO DA RUA DO BAGAÇO é um enfoque dos momentos de nosso cotidiano. Os poemas são verdadeiras crônicas em que o autor, de forma irreverente, descreve sua maneira de ver a vida ao derredor. O estilo é simples e fiel à origem nordestina, já que José de Anchieta Batista descende da família dos Batistas do município paraibano de Teixeira, importante e histórico berço de muitos violeiros.

As poesias retratam os lamentos da desdita amorosa, fazem apelos à preservação ambiental, condenam a prática política nos nossos dias, abominam nossa triste realidade social e externam uma profunda crítica às religiões e aos seus “deuses”. Em todo o livro a comédia e a tragédia cruzam-se repetidas vezes e, dessa forma, a dor e o sorriso vão se revezando. O poema “Os mesmos”, por exemplo, é a descrição jocosa de toda uma realidade cruel que nos atinge:


Diante dessa gente desonesta,
O sujeito que tenta ser honrado,
À miséria se torna condenado
E por justo que seja, nunca presta!
O dinheiro do povo faz a festa,
Com uísque escocês e caviar,
Na Suíça uma conta p`ra guardar
O produto de tanta corrução...
No Brasil, bem melhor é ser ladrão,
Que a Justiça não vai se incomodar!

Mas você que vagueia maltrapilho,
Suplicando uma ajuda caridosa,
Nunca tente afanar uma penosa
Para encher a barriga de seu filho!
Neste caso a polícia mostra brilho
E você vai gemer de tanta peia!
Mas se é crime mexer em coisa alheia,
Como é que uma corja de corrutos
Passa a mão no dinheiro dos tributos
E eu não vejo um safado na cadeia!

***
José de Anchieta Batista
Nascido em Teixeira, Paraíba, radicou-se no Acre desde o início da década de 80. É bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB e possui Complementação Pedagógica pela Universidade Federal do Estado do Acre- UFAC. Lecionou por vários anos na Escola Técnica de Comércio Acreana – ETCA, o que lhe outorgou o imenso orgulho de continuar a ser chamado de “Professor Anchieta”, mesmo após deixar de lecionar. Por esse tempo foi co-autor do livro “Contabilidade para Principiantes”. Em 1994, aposentou-se como Auditor-Fiscal do Instituto Nacional do Seguro Social, quando instalou escritório de consultoria e assessoria contábeis. A partir de 1999, exerceu diversos cargos no Governo do Estado do Acre, como Presidente de diversas estatais e Secretário de Estado da Administração. Desempenha atualmente a função de Diretor-Presidente do Instituto de Previdência do Estado do Acre. Alguns poemas e outras matérias contidas neste livro já foram publicadas anteriormente.


Mais informações Editora Publit.

Nenhum comentário: