domingo, 18 de abril de 2010

DOS PONTOS DE VISTA



A mosca, a debater-se: "Não! Deus não existe!
somente o Acaso rege a terrena existência!"
A aranha: "Glória a ti, Divina Providência,
que à minha humilde teia essa mosca atraíste!"


Mário Quintana
Os melhores poemas de Mário Quintana. São Paulo: Globo, 1988.
Postar um comentário