quinta-feira, 9 de setembro de 2010

FÉ, HISTÓRIA E TRADIÇÃO DE UM POVO CENTENÁRIO

PALMAS DE MONTE ALTO E A FÉ NA VIRGEM MÃE DE DEUS E DOS HOMENS


A história de Palmas de Monte Alto se inicia com a edificação da Capela de Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens, em 1736, pelo seu fundador, Francisco Pereira de Barros (Pereirinha), que obteve da Santa Sé, autorização para construir a capela sob a invocação de Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens. Doada por Pereirinha, a imagem de Nossa Senhora, é de origem portuguesa, esculpida em madeira de lei, de tamanho natural, tendo o Deus Menino nos braços e os anjos aos seus pés. A linda imagem veio até o porto de Salvador, em navio, junto com a imagem do Senhor Morto e para cá, as imagens vieram em redes, em braços de homens livres e escravos.

Pereirinha não viu a imagem na capela, pois veio a falecer durante a viagem, na cidade de Cachoeira, tendo sido seus filhos e genros que continuaram a jornada, cumprindo assim a promessa feita por ele.

Em dezembro de 1742, foi celebrada a missa de inauguração da capela.

Em maio de 1840, a lei provincial No. 124, elevou a capela à dignidade de Freguesia com a denominação de Freguesia Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens de Monte Alto.

Este ano, portanto, celebramos os 170 anos de criação da Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens, recordados nas novenas e na procissão, cuja grande festa encerrou-se nesse dia 08 de Setembro.

Imagem, em tamanho natural, de N. Sra. Mãe de Deus e dos Homens e sua Igreja localizada em ponto estratégico da cidade.
Altar central onde permanece a imagem centenária
Translado da imagem para a Igreja do Divino
Detalhes: anjos aos pés da imagem
video
Banda que acompanha os festeiros e festejos
Missa na Igreja do Divino Espírito Santo
A procissão saiu da Igreja do Divino até o alto, onde se encontra a Igreja de N. Sra. Mãe de Deus e dos Homens
Este ano a procissão fez memória dos 170 anos de fundação da Paróquia
video
Subida dos fiéis da ladeira onde se localiza a Igreja de N. Sra.

2 comentários:

Palazzo disse...

Sensacional essa imagem Isaac.
Obrigado por compartilhar.Uma tradição que esse povo tem que se orgulhar.
abç

Blog do Gilvan disse...

Isaac:
Muito bonita esta sua garimpagem de fé, simplicidade, beleza e esperança que ainda há neste interior do nordeste. Lendo seu post lembrei de Antônio Conselheiro. A mensagem dele ainda é possível ser "vista" por aí?
abraços
Gilvan Almeida