quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PLANTA SELVAGEM...

Foto: alineruviaro

...Havia se esquecido que o amor não é uma flor de estufa, mas uma planta selvagem, nascida de uma noite de chuva, de uma hora de sol, germinada de uma semente absurda que um vento de loucura atirou na estrada; uma planta selvagem a que chamamos flor se por acaso ela rebenta por entre a sebe do nosso jardim...



John Galsworthy
O Proprietário. Opera Mundi: Rio de Janeiro, 1973. (p.200)

3 comentários:

Isaac Melo disse...

Gente,
desculpem-me, mas serei o primeiro a comentar essa postagem.
Que metáfora esplêndida essa de Galsworthy acerca do amor!
Perfeito!

Wanderley Elian Lima disse...

Tão linda quanto o amor.
Um abraço

Lu disse...

Realmente, Isaac! Perfeito!
Como são são lindas as coisas referente ao amor...com o amor tudo fica belo, sensível, amavél, verdadeiro....


Amigo! Um abraço pra vc!!!