domingo, 15 de junho de 2014

HOMEM ABSURDO

Isaac Melo


                       o    absurdo    do    barro
                        bebo a vida de uma só dose
                        na      minha      metamorfose
                                             sou meu próprio escarro
Postar um comentário