terça-feira, 2 de dezembro de 2014

POEMA DO ADOLESCENTE TRANSVIADO

Paulo Bomfim


A vida oferece
A boca
Os seios
E um sexo desesperado

Buscamos paz
No atordoamento
Colhemos amor
Na vertigem
E a morte
Gruda-se à nossa cintura
Na garupa
Das motos
Que voam como
Anjos perdidos

No fundo de todos os corpos
No fim de todos os delírios
Estamos lúcidos e tristes
Com blusões de sangue
Cobrindo um luto de viver


BOMFIM, Paulo. 50 anos de poesia. São Paulo: Editora Green Forest do Brasil, 2000.
Postar um comentário