domingo, 13 de novembro de 2016

O FUTURO É UM ENIGMA

De Gilberto A. Saavedra – Rio de Janeiro


O futuro é um ‘ENIGMA’. Sempre será uma charada (quebra-cabeças) em nossas vidas. Nós não sabemos, se os caminhos que surgirão em nossas frentes trarão horizontes esperançosos, para o bem da humanidade.

Por tudo que estamos vivendo e presenciando é mais uma das passagens que aconteceram em tempos remotos. “As Histórias Mundiais” narradas em livros são belíssimas, porquanto, sabemos que todas elas, foram construídas em cima de muito ódio e atrocidades: (crueldade, monstruosidade, guerras, mortes, doenças e misérias).

Cheguei ao Rio de Janeiro pela segunda vez, no início de 1973. A primeira foi em (1961/64), como estudante pré-adolescente; fiz um teste numa agência que recrutava valores como apresentadores de shows em clubes na cidade maravilhosa.

Fui aprovado. Passei a integrar uma equipe em apresentações de valores musicais e bailarinas em clubes portugueses; depois numa agência de publicidades como locutor e narrador de documentários; mais tarde, na extinta Rádio Mauá e por fim, concursado como Funcionário público dos Correios no Rio.

Não esquecendo, também, que durante quase dez anos (1995/2004), como Correspondente colaborador da cidade do Rio de Janeiro para Difusora Acreana, Programa Gente em Debate e Gazeta FM de Rio Branco, no programa do saudoso apresentador e cantor Jorge Cardoso.

Tudo isso não estava programado em minha vida, pois vim para o Rio de Janeiro, só por causa de um tratamento de saúde; nosso saudoso amigo Jornalista Gerardo Madeira, então, (Diretor da Difusora) foi quem autorizou essa licença e depois eu teria que retornar ao Acre.

Era funcionário público estadual na função de Locutor da Rádio Difusora Acreana. Pedi demissão e não retornei mais ao meu antigo emprego que, já tinha alcançado um bom nível na profissão e um futuro promissor com apenas 22 anos de idade. Joguei tudo por ar! 

Como se vê, o futuro sempre será um desconhecido.

O Universo é um mistério? Sim! Suas transformações são infinitas. A humanidade não sabe o seu destino, tudo pode mudar; a incerteza é muito grande. Como será a vida na terra daqui milhões de anos? Claro, se o homem deixar.

No momento atual, paira uma grande incerteza com o destino do mundo. O grande poder de destruição de ogivas nucleares existentes e ainda se construindo mais, nos faz pensar que um conflito armado nuclear de grandes proporções é quase inevitável no futuro. Mas, temos que pensar num futuro alvissareiro para o planeta. A humanidade pede paz.

Acredito que todos têm um pouco de receio do futuro. Não estou elucidando sobre o seu futuro garantido, mas o futuro ‘VAGO’, ou seja: o destino. O nosso destino. O amanhã do planeta. Temos que confiar em nós mesmos “O homem”. 

Tem gente que recorre ao Jogo de Búzios, Bola de Cristal, Ciganas etc. O que ele nos reservará? Eu Sempre tive medo de morrer cedo. Não morri. Não sei dizer se o destino (programado) já está escrito quando a gente nasce. Sinceramente, não acredito. Podemos programar o nosso futuro profissional, assim mesmo, não sabemos se ele vai concretizar-se, também, não sabemos se ele vai dar certo ou não. 

Lendo o comentário de uma internauta, que diz ter medo de ficar idosa. Mas se você não chegar lá, vai embora mais cedo.  Não é verdade? Eu felizmente consegui chegar lá. Agora tudo que vir será lucro e bem abençoado. Mas, rogo por dias melhores ao nosso mundo.
Postar um comentário