sexta-feira, 20 de outubro de 2017

ORAÇÃO À SANTÍSSIMA RUÍNA DA CULTURA ACREANA

(para o dia da cultura fora de época)
João Veras


alimente mais os cupins do teatro hélio melo
não deixa apagar as labaredas do museu da borracha
esconda ainda mais o quadrilhodromo que escafedeu-se
ligue o ventilador sobre o centro de florestania que virou pó
ponha mais tapumes no espaço kaxinawá
destroce ainda mais a casa de leitura da gameleira
afaste mais ainda o leitor da biblioteca da floresta
ajude a trocar o nome da usina de artes
alague ainda mais o teatro recreio
suma com os escombros aquáticos do barco da afundação municipal
alimente os bichos da madeira do parque capitão ciríaco com os restos da finada igrejinha de nossa senhora da seringueira
instale mais split no teatrão nesse eterno verão sem teatro
jogue as chaves dos cadeados nas dragas de areia da ex praia do amapá
escureça ainda mais a casa dos povos da floresta
auxilie ainda mais para que o seringal bom destino possa se tornar como tanto deseja apenas um destino mal-assombrado
sistematize mais ainda o sistema estadual de cultura fantasma
aconselhe ainda mais o conselho de cultura mudo
tombe mais ainda o conselho do patrimônio cultural de vistas grossas
ofereça mais emprego de estátua para o movimento cultural bobo
cale ainda mais a boca da lei de cultura
muito mais que o nosso canto,
nossas expressões cênicas, literárias, plásticas, cinematográficas...
nossas memórias artísticas, nossos presentes ignorados
enterre ainda mais o “artista da terra” no fundo do poço escuro
e o promova à galeria dos esquecidos mortos célebres
jogue mais praga sobre o que não existe nos demais municípios
e não esqueça de derrubar o que ainda resta em pé
aproveite a ocasião e festeje esse governo sem graça
- esse da agência cultural dos amigos
e da ruína cultural do resto, dos demais
até que as eleições e suas licitações as reinaugurem
e tudo volte ao nosso paraíso de dante.
Amém.

P.S.: Não esqueça de juntar tudo isso e colocar no Museu da Ruína dos Povos Acreanos.

19.10.17
Postar um comentário