sábado, 17 de setembro de 2011

A VIDA É UM PRESENTE…

Luísa Galvão Lessa
A vida nos dá pessoas e coisas,
Para aprendermos a sorrir...
Depois, retoma coisas e pessoas
Para ver se somos capazes de seguir
Com a caminhada madura...
Mas muitas vezes bate a melancolia
Não se chora, não se sorrir, apenas vem a meditação, a reflexão
A vida não é brincadeira, mas uma arte em retidão,
Por vezes um remanso, um rio, uma maresia
Um vulcão, uma ventania...

A vida nos dá vida, calor, sol, noite, dia,
Depois vem o frio, a chuva, a ventania...
A vida nos dá presentes belos, fascinantes
Por vezes momentos inebriantes...
Mas n'outros dias nem sorrir
É áspera, inquieta, uma acrobacia
Salta, revolta, peregrina em noites frias...

Então a gente se pergunta: o quê é a vida?
- A vida é um presente,
Uma dádiva sublime de cada ente...
A vida é como peça de teatro, não permite ensaios.
Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente,
Pois um dia a cortina se fecha e a peça termina
Sem adeus, despedidas, com um suspiro somente...
Por isso ame, chore, sorria, grite, cante,
Faça dos dias um encanto
Porque viver é amar...

Amar é sorrir por nada e ficar triste sem motivos
É sentir-se só no meio da multidão,
É o ciúme sem sentido,
É desejo de um carinho,
É abraçar com certeza e beijar com vontade,
É passear com a felicidade,
É ser feliz de verdade!

---

Outras poesias de Luísa Lessa em:
                                           Linguagem e Cultura
                                          Série A Poesia Acreana
Postar um comentário