quarta-feira, 8 de julho de 2015

56 ANOS DE VIDA LITERÁRIA DE ROGEL SAMUEL

“Mas eu festejei neste ano solitariamente os 56 anos de minha vida literária. O primeiro poema publiquei no 8 de fevereiro de l959, em O jornal de Manaus. Fiz versos como: “o vento/ o córrego entre as montanhas / a lua líquida / sobre a superfície”. Os lugares-comuns de sempre, ou seja, eu poetizei a "poesia" com os chavões conhecidos de que não me libertei até hoje.

Sim, festejo silenciosamente os 56 anos de minha profissão de escritor. Não escrevo com tristeza, mas com certa vitória. Afinal, há quem não tenha tido isso de vida. Pois, como escreveu Nietzsche que vi citado num blog outro dia: “Temos a arte para não morrer da verdade”.

Continuo escrevendo.” Rogel Samuel

Visite aqui a página do autor
http://literaturarogelsamuel.blogspot.com.br/

Um comentário: