terça-feira, 29 de junho de 2010

É DE SONHO É DE PÓ...

Isaac Melo


A palavra sertão muitas vezes estar associada à miséria. Mas, o sertão, ao contrário do que se possa imaginar, é um dos lugares em que melhor se percebe a força da vida. A gente sertaneja aprendeu a viver no limite e, se a natureza o priva de algumas coisas, ele constrói outras, e a vida, em vez de desfalecer, segue em seu curso radiante e forte como um pé de aroeira.

“Tudo estar morto” – pensa aquele que pela primeira vez entra no sertão ao olhar a paisagem reduzida a um tom só. Mas, por entre aquele emaranhado de galhos secos, de árvores retorcidas e cascas secas, por debaixo do torrão, pulsa a vida à espera da primeira chuva para tudo se renovar.

Ali o sertanejo vive uma teologia pé-no-chão, tirada da própria vida e encarnada em seu dia a dia. Ali Deus não é uma invenção das religiões, mas aquele que conhece as suas dores, faz parte de suas alegrias e dá sentido às suas vidas. Deus no sertão é o Deus que desce do céu e caminha lado a lado de seu povo, conhece seus anseios, o ampara em suas fraquezas, e o reconduz com mão forte e muito amor quando, às vezes, toma outra direção.

Ai quem me dera que nosso mundo aprendesse com o sertão: a ser generoso quando se tem tão pouco e a fazer da vida um poema de amor e louvação em vez de peso e ilusão.

***   ***
*

Autoescola... para charretes. Até que não fui tão mal.
A árvore solitária, por entre seus galhos secos esconde a latência da vida
Nesse quintal quem manda é o peru.
A charrete é usado por quase todo mundo que mora na zona rural
Para amenizar as distâncias do sertão a charrete ainda é uma boa alternativa
Com a charrete vai-se à Igreja, à feira, ao trabalho...
Longas e empoeiradas estradas levam a um povo alegre e gentil
A Igreja é ainda o ponto de encontro e partilha da fé e da vida nessas comunidades
Coisa linda é o nascer do sol no sertão, é como se estivesse brotando do chão.
O sertanejo é um homem de profunda fé
Quando a pastagem do gado acaba, costuma-se cortar palmas para alimentá-los, por isso, ao lado das casas é comum encontrar uma pequena plantação dessas plantas.
Essa linda paineira é um dos espetáculos mais belos do sertão quando está florida.


***   ***   ***
*

P.S.: Imagens registradas, por mim, em algumas comunidades rurais de Palmas de Monte Alto (BA).
Postar um comentário