quarta-feira, 19 de setembro de 2012

POR NÓS PELA ACADEMIA ESTEJAMOS NO SARAU LITERÁRIO - O POEMA É MEU AGRADECIMENTO

OFERTADO A TODOS OS MEMBROS DA ACADEMIA ACREANA DE LETRAS
e aos demais que os lerem


AOS GUARDADORES DE LEMBRANÇA
TENDA DE ZINCO

Clodomir Monteiro


veredas sonhos dimensões que ponho
acima mesmos derramando idades
amizades amorizações janelas
solar de filhos canto andando somos

espaços livros de memória
porões grilhões silenciados
cobrindo folhas livres zinco
paredes rachaduras martirizam

reféns alguns fendas que fomos
horizontes domos mastodontes
cativas ouvindo folhas zinco
fruindo brotos concertos saírem

mostremos fendas renovadas flores
manejo de esperantos horizontes
crianças rejeitadas em solares
amadas noites em tempos lunáticos

perdemos voos som de zinco sonos
soltando encantos cantos liberdade



* O poeta Clodomir Monteiro é o atual presidente da Academia Acreana de Letras.
Postar um comentário