quinta-feira, 25 de agosto de 2016

DIFUSORA ACREANA – HOMENAGEM

Gilberto A. Saavedra – Rio de Janeiro 

Desde o seu surgimento na década de 1920 (22), o rádio tem um papel fundamental como integrador nacional na formação cultural do povo brasileiro. O rádio teve e ainda tem uma atuação importante na nossa sociedade, com bons serviços prestados à coletividade. O rádio chega aos 94 anos como o mais popular meio de comunicação de massa.

A Rádio Difusora Acreana, criada em 25 de Agosto 1944, pelo o então Governador do Acre, Silvestre Coelho, completa, agora, 72 anos de transmissão no Estado do Acre. Suas ondas tropicais são sintonizadas em toda Amazônia e limítrofes, prestando um relevante trabalho aos moradores das cidades, vilas, colocações e seringais desta vasta região.

A Difusora Acreana, durante todo esse tempo de existência teve sua programação direcionada ao homem do interior. Integrou barreiras até então completamente isoladas das civilizações mais modernas. O seu trabalho foi e continua sendo de suma importância para todos os moradores que habitam os mais distantes rincões do Estado do Acre.

No seu aniversário, uma homenagem singela pelo gigante esforço em se manter no ar, informando e educando os seus milhares de ouvintes. 

Poema


“A VOZ VIBRANTE DA AMAZÔNIA”
Gilberto A. Saavedra – Rio de Janeiro 27/06/2016
(Jornalista e Radialista)

Sentado no chão no piso da sala,
Deitado na rede, ou na cama,
Ao pé do rádio uma voz vibrante,
Em sonoras ondas hertzianas,
Ecoa-se pelos ares além do horizonte,

Quebrando a barreira do isolamento,
Da imensidão da gleba virgem,
Dos sem comunicação e exclusão,
Aos intrépidos homens da solidão.

Rádio Difusora Acreana.
“A Voz Vibrante da Amazônia”
A voz mais importante da floresta,
Preciosidade do sem fio acreano.

Tua voz ultrapassa o tempo e o vento,
E ameniza a solidão do homem do campo.
Tua voz chega suavemente,
Aos lares amazônicos.

Sempre traz esperanças,
Anunciando um novo amanhã,
Em sonhos materializados e felizes,
A esta angustiante brava gente.

Minha querida e amada voz doçura,
Mesmo Distante de ti,
Durante longo prazo,
Eu permaneço te seguindo.

Rádio Difusora Acreana.
Ah, como é bom te ouvir de novo!
Tuas sintonias, diariamente,
Marcaram para sempre,
Minha vida e o meu coração.

Sou feliz e grato a ti,
Em poder ter trabalhado contigo,
Em teus préstimos serviços,
Dado minha coparticipação,

Ao público em geral.
Obrigado!

RÁDIO DIFUSORA ACREANA.
“A VOZ VIBRANTE DA AMAZÔNIA”.

 


GILBERTO DE ALMEIDA SAAVEDRA é acreano. Reside atualmente na cidade do Rio de Janeiro. É jornalista e radialista, com uma história marcante no rádio acreano, de modo especial na Rádio Difusora Acreana.
Postar um comentário