segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

A FESTA E A FARSA

Clodomir Monteiro



em festa o povo
            na praça
            é luta
            de massa é presa

            do bolo no paço
            no sonho
            bolado
a cidade traçado

o homem consome
            o sono
            comprime
            o corpo existência

            compasso o homem
            no passo
            sumindo
na fome da praça

estremece no frêmito
            frequente
            enfrenta
frenética miséria

o povo em festa
a festa
na farsa
entorpece de novo


MONTEIRO, Clodomir. Derroteiro de Rotinas. São Paulo: Quíron/Práxis, 1976.
 * Clodomir Monteiro é presidente da Academia Acreana de Letras.
Postar um comentário