domingo, 29 de maio de 2016

FAÇA DE CONTA

Thiago de Mello 


Faça de conta que somos 
duas crianças andando 
cantando em frente do mar, 
enquanto a noite não vem. 
(Pressinto que noite grande 
já está à caminho.) Mas faça 
de conta que eu não lhe dei 
este aviso e vou contando 
uma história tão bonita 
de um amor que é como o mar 
que não se acaba. Pois faça 
de conta que é o nosso amor.

E quando a noite descer 
e a sombra der no chão, 
você vai lembrar a história. 
Com ele, faça de conta 
que a luz pura do seu dia 
me alcança e seremos sempre 
duas crianças andando, 
cantando em frente do mar.

Mas, amor, faça de conta 
que essa história de nós dois 
não tem nada de invenção. 
MELLO, Thiago de. Acerto de contas. São Paulo: Global, 2015. p.74
Postar um comentário