quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O ACRE NO UNIVERSO

Jaime Llullu Manchineri
Ilustração: José Mateus Itsairu Kaxinawá
Viajando como satélite, no mais alto do alto, 
Vejo o Acre com uma cor atraente: verde, amarelo.
Todos os astros luminosos iluminam o Acre.
Da lua vejo todos os rios que no Acre tem.
Aparecem brilhantes como se fossem fogo com chamas.
A floresta do Acre parece ter cabelos compridos, lisos,
Bem bonitos e penteados pela natureza acreana.
Todas as estrelas que existem no universo são fêmeas.
E todas elas olham o Acre.


MANCHINERI, Jaime Llullu in MATOS, Cláudia Neiva de (org.). Antologia da Floresta: literatura selecionada e ilustrada pelos professores indígenas do Acre. Rio de Janeiro: Multiletra, 1997.

Um comentário:

http://pensandoempoesia.blogspot.com.br disse...

Um lindo poemeto iluminado pelo brilho das estrelas.
Abraço!