segunda-feira, 21 de abril de 2014

TARAUACÁ 101 ANOS: FONTE LUMINOSA

Este é um vídeo com imagens raras da antiga fonte luminosa de Tarauacá. Até hoje o privilégio de se ter uma fonte é apenas da capital, Rio Branco. Recordo-me que, em criancice, ainda brinquei, em dia de chuva, tanto nessa fonte da Praça Tarauacá quanto na da Praça da Municipal.


O círculo indica o local da antiga fonte luminosa de Tarauacá.














Com o passar do tempo e o descaso dos governos municipais, as fontes foram sendo esquecidas, até o ponto de serem abandonadas e mesmo destruídas, as duas. A da Praça da Municipal recebeu um poste no meio e bancos ao redor. A do Centro, pior ainda, recebeu uma pequena construção para se vender, entre outras coisas, crepes. Em ambos os casos, descaso total com o patrimônio cultural e material da cidade. Espero ainda um governo sensível e competente que nos devolva aquilo que ao longo dos anos tem sido abandonado, destruído ou jogado às traças.
Fonte da Municipal, já em estado de decadência.
O círculo indica o local da fonte da Praça da Municipal
A cidade que já teve jornal, cinema e fontes, hoje desfaz-se em buracos e lama. É o progresso!


Nota: Essas imagens foram cedidas a Reginaldo Palazzo, que disponibilizo-as no youtube. O Palazzo tem demonstrado uma dedicação à história cultural de Tarauacá como nenhum natural até hoje fez. Obrigado, meu amigo!
Obs. duas últimas imagens do blog Tarauacá Notícias.

3 comentários:

Antonio Franciney disse...

Caro Isaac,
Estive em Tarauacá a primeira vez a uns 15 anos. De lá até agora, pouco avançou, penso que deve existir sob a cidade um cemitério de cabeças de burro, pois não é possível que não encontre um prefeito que sequer consiga tapar buracos.
Alimentei grandes esperanças quando no último pleito um prefeito alinhado ao governo do estado foi eleito.
Apostei que esse alinhamento tão propalado seria a redenção do lugar e perdi(apostei sem apostar mesmo, visto não ter um envolvimento emocional com o lugar, além do respeito e da admiração que tenho pela sua pessoa, sua inteligência e amor à terra natal).
Sei o que sentes, que não difere muito do que sinto pela minha Porto Walter, tão vilipendiada por seus novos "donos".
Hoje passo por ali (Tarauacá) a serviço, umas duas ou três vezes por ano. Sempre arrumo tempo para um sorvete de Araçá-boi e uma visita ao Mercado Municipal e ao Sr. Vicente (que tem um restaurante bem atrasadinho ali perto, acho que ele nem sabe o meu nome, mas gosto de conversar com ele.
Tarauacá merece muito mais e espero que não demore muito, que não tarde o dia que um de seus filhos que reconhecem o valor da História assuma seus rumos.
Um abraço e parabéns pelo blog (que recebo as atualizações). Ele continua tão vibrante quanto a primeira vez que o acessei.

Isaac Melo disse...

Caro Franciney,
obrigado por suas gentis palavras.
É uma honra tê-lo como leitor, saiba que a recíproca também é verdadeira.

Palazzo disse...


Isaac, eu que agradeço a parceria.
Tudo de bom pra vocês e os que lhe são caros.
Forte abraço
Palazzo