sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

AUSÊNCIA

João Guimarães Rosa


Na almofada branca,
as sandálias sonham
com a seda dos teus pés...

Partiste...
Mas a alegria ainda ficou no quarto,
talvez no ninho morno, calcado por teu corpo
no leito desfeito...

Entardece...
Esfuziante e verde,
um beija-flor entrou pela janela.
(Pensei que a tua boca ainda estivesse aqui...)

Do frasco aberto,
vestidas de vespas,
voam violetas...

E na almofada de seda,
beijo as sandálias brancas,
vazias dos teus pés.


ROSA, João Guimarães. Magma. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997. p.90
Postar um comentário