domingo, 27 de outubro de 2013

MOVIMENTO DO MUNDO

Michel Deguy


E como vai a vida que não é eterna?
Houve a claridade       Houve o enigma
E então foi feito


Houve o enigma.     Houve a claridade
Ser        veio a ser        isto
Houve o enigma houve a claridade
E então fez-se a terra no centro da mesa

Quem senão será a força dos fracos? 



DEGUY, Michel. A rosa das línguas. Organização e tradução de Paula Glenadel e Marcos Siscar. São Paulo: Cosac & Naify; Rio de Janeiro: Viveiros de Castro Editora, 2004. p.67
Postar um comentário